Perdão e Doença Cardiovascular

A Psicóloga Ms. Suzana Avezum falou em nossa reunião aberta do dia 11/04/2019 sobre a sua dissertação de mestrado “Avaliação da Disposição para o Perdão em Pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio”.

Alguns tópicos abordados foram:

Existem dois tipos de perdão: Decisional – decisão cognitiva, mental e Emocional – substituir a emoção negativa

Falta de perdão já foi levantada como possível fator associado ao infarto agudo do miocárdio. Foram avaliados pacientes do Hospital Dante Pazzanese.

Dois grupos foram estudados, um com diagnóstico de IAM e outro sem doença cardiovascular. Foi medida a escala de disposição para perdoar, BMMRS e seus 11 domínios, e a escala DUREL.

O grupo dos participantes com Infarto Agudo do Miocárdio apresentou menor disposição para o perdão e maior religiosidade. Já o grupo dos participantes sem doença cardiovascular conhecida apresentou maior facilidade em conceder o perdão e maior espiritualidade. Pode-se inferir que a dificuldade em conceder o perdão está associada a ocorrência do IAM e a pessoa com maior espiritualidade é mais propensa a perdoar.

Para saber mais:

2 Replies to “Perdão e Doença Cardiovascular”

  1. Prezados, gostaria apenas de contribuir com uma informação complementar: o grupo dos participantes com Infarto Agudo do Miocárdio apresentou menor disposição para o perdão e maior religiosidade. Já o grupo dos participantes sem doença cardiovascular conhecida apresentou maior facilidade em conceder o perdão e maior espiritualidade. Pode-se inferir que a dificuldade em conceder o perdão está associada a ocorrência do IAM e a pessoa com maior espiritualidade é mais propensa a perdoar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *